Presidente Monson Homenageado pelo Legado de Amor e Serviço

Presidente Monson Homenageado pelo Legado de Amor e Serviço

Milhões assistem ao funeral em todo o mundo

Comunicados da Imprensa

O funeral do presidente Thomas S. Monson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, realizado no Centro de Conferências da Praça do Templo em Salt Lake City na sexta-feira, 12 de janeiro de 2018, foi visto por milhões em todo o mundo. O homem reverenciado pelos mórmons como um profeta de Deus morreu em Salt Lake City em 2 de janeiro de 2018, aos 90 anos, por causas devido à idade avançada.

 

"Nossa tristeza é atenuada pela Expiação do Senhor Jesus Cristo. Sua taça amarga torna o nosso luto suportável ", disse o presidente Russell M. Nelson, presidente do Quórum dos Doze Apóstolos.

"O presidente Monson nunca procurou notoriedade", disse o presidente Nelson. "Em um mundo saturado de egoismo, ele se modelou pelo altruísmo".

O apóstolo sênior reconheceu as muitas condolências recebidas de dignitários de todo o mundo.

"Meu coração é atraído para sua família e para todos os que estão de luto por sua morte. Há milhões de pessoas na terra que compartilham esse sentimento de perda ", disse o presidente Henry B. Eyring, que serviu como primeiro conselheiro na Primeira Presidência com o presidente Monson.

"O cuidado com os outros aconteceu muitas vezes no ministério do presidente Monson", disse o presidente Eyring. "O amor de Deus e o amor pelos filhos de Deus permearam sua vida. Seu amor começou cedo e permaneceu com ele até o fim ".

"Thomas S. Monson é verdadeiramente um gigante espiritual", disse o presidente Dieter F. Uchtdorf, segundo conselheiro do presidente Monson. "O presidente Monson foi verdadeiramente um profeta para o nosso tempo. Ele era um homem para todas as estações ".

"Ele abundou em conhecimento, fé, amor, visão, testemunho, coragem e compaixão - liderando e servindo nunca de um pedestal, mas sempre olho no olho. Ele tinha um lugar especial em seu coração para os pobres e os necessitados ", disse ele.

O presidente Uchtdorf disse que ele e o presidente Eyring visitaram recentemente o presidente em sua casa. "O presidente Monson nos deteve e disse:" Eu amo o Salvador Jesus Cristo ". E eu sei que Ele me ama. "Que testemunho terno e poderoso de um profeta de Deus".

"Estou profundamente grato pelo meu pai e pelo legado que criou - um legado de amor e serviço", expressou sua filha, Ann M. Dibb, que falou em nome da família Monson. "Embora ele fosse um profeta, meu pai sabia que não era perfeito. Com todo seu coração, ele confiou humildemente e tentou ser como nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo ".

A Irmã Dibb expressou gratidão pelos 54 anos de orações diárias que foram oferecidas, pois seu pai serviu como apóstolo e depois presidente da Igreja. Ela esteve muitas vezes do lado de seu pai, uma promessa que fez à sua mãe, Frances, antes dela falecer em 2013.

Ela continuou: "O presidente Monson, simplesmente tentando o seu melhor, deixou um legado inesquecível de amor. Ele amava o Senhor e amava as pessoas. Ele viu nosso potencial e acreditou sinceramente em nossa capacidade de mudar e progredir através da Expiação de Jesus Cristo ".

O presidente Nelson disse que o profeta deixa um legado de crescimento. Desde a sua ordenação como apóstolo em 1963, a adesão à Igreja aumentou de 2,1 milhões para quase 16 milhões ".

Também sob a liderança do presidente Monson, o presidente Nelson acrescentou que a força missionária passou de 5.700 para mais de 70.000 e o número de templos aumentou de 12 para 159 templos operacionais, com outros mais em construção ou anunciados.

"Não precisamos ser o Presidente da Igreja para notar a necessidade de outro", explicou a Irmã Dibb. "Ao seguir as indicações do Espírito, nossos simples atos de serviço também podem ser respostas para orações, e podemos continuar esse legado ao servir aos outros".

O funeral foi conduzido pelo presidente Eyring. A música foi fornecida pelo Coro do Tabernáculo Mórmon. No dia anterior, cerca de 31.500 pessoas passaram pela urna do presidente Monson durante um velório público no Salão dos Profetas no Centro de Conferências. Seu enterro foi feito no cemitério de Salt Lake City.

O presidente Monson deixa sua filha, Ann M. Dibb, e filhos, Clark S. Monson e Thomas L. Monson, bem como oito netos e 12 bisnetos. Seu filho Clark ofereceu uma oração familiar antes do serviço.

O presidente Monson tornou-se o 16º presidente da Igreja em 3 de fevereiro de 2008, após a morte do presidente Gordon B. Hinckley. Ele se tornou apóstolo em 1963 aos 36 anos e serviu como conselheiro na Primeira Presidência sob três presidentes da igreja por mais de 22 anos.
 

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.